Textos

VIDAS SENTIDAS
(Às que amam, amaram ou são amadas...)

Amar é a natureza doce-amarga,
Indiferente mesmo ao sofrimento,
Caminhar por uma estrada larga
Cheia de paixões, a cada momento.

Cantar, da vida a beleza,
Emocionar, nos corações a tristeza,
Despertar, nos lábios o sorriso,
Embriagar as almas de amor.

Sentir o que ninguém sente
E ser o que outros negam,
Afirmar, o que todos mentem,
Gostar do que outros desprezam.

Assim, dos Poetas, são as vidas
Ao longo de nossa jornada,
Mesmo, com profundas feridas,
Marcadas no corpo inteiro,
Que ardem qual um braseiro,
Sorrir como se fosse um nada...
Claudio Spiazzi
Enviado por Claudio Spiazzi em 26/11/2017
Alterado em 26/11/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários